A DINASTIA SOROS E O AVANÇO REVOLUCIONÁRIO

0 Comentário
154 Visualizações

A DINASTIA SOROS E O AVANÇO REVOLUCIONÁRIO

George Soros, o multimilionário húngaro radicado nos EUA, que iniciou a sua fortuna de forma polêmica através de suas atividades no mercado financeiro da Inglaterra, percebeu aos 92 anos que o tempo é implacável e era preciso repassar o controle de seus negócios a um de seus filhos, Alexander Soros (37 anos).

George Soros criou a fundação Open Society, à qual ele teria doado bilhões de dólares durante a sua vida. O título de “filantropo” normalmente acompanha a ideia de que se trata de uma pessoa de bom coração, desapegado dos bens materiais e afeto a ajudar os mais necessitados. No entanto, nem sempre isso é verdadeiro. É sabido que nos EUA as grandes fundações (Ford, Rockfeller, etc) foram criadas pelas famílias daqueles impérios econômicos com o intuito de evitar que o imposto, que é muito pesado sobre fortunas, afetasse o seu padrão de vida.

Em relação à Open Society, na qual Alexander Soros é presidente do Conselho de Administração, uma pesquisa sobre as atividades desta organização mostra que seu foco está na promoção de ideais progressistas, apoiando os partidos de esquerda, como por exemplo na Argentina e no Chile (entre outros), onde a esquerda avançou nos últimos anos. Fala-se em “direitos humanos”, mas ao analisar as medidas recentes dos governos destes países, percebe-se que ocorre um avanço nas políticas alinhadas com as ideologias feminista e progressista, notadamente na disseminação de apoio à ideologia de gênero e de controle de natalidade sob o eufemismo “saúde sexual e direitos da mulher”, que não passa de um artifício para ampliar o 4bort0 no mundo.

Ora, se está claro que os governos apoiados por uma Fundação de tal abrangência tomam medidas nessa linha, então não há como negar que essa Fundação possui o mesmo alinhamento. Por exemplo, há quem diga não ser verdadeiro que a Open Society apoia a ampliação do 4bort0 nos países em que atua; no entanto, basta uma busca rápida no site desta Fundação para se encontrar artigos como “The Fight for Abortion Rights in Colombia” (A Luta pelo Direito ao 4bort0 na Colômbia, artigo de março de 2023).

Em relação à política, George Soros começou a influenciar os rumos nos EUA através do financiamento ao Partido Democrata (que há décadas se posiciona à esquerda na política norte-americana). Nas eleições que levaram Barack Obama à presidência nos EUA, Soros teria doado 1 milhão de dólares para a sua campanha. Desde então, adotou o Partido Democrata como o destino de recursos vultuosos visando garantir sua influência nos rumos daquele país e na implantação de suas ideias progressistas.

Agora o seu filho e herdeiro desse império alega ser “mais político” que o pai, ou seja, deve investir ainda mais nos políticos alinhados com o progressismo, tanto nos EUA como no mundo. Ele já teria feito contatos com Trudeau – presidente do Canadá, e com o presidente Lula, conforme citação de reportagem do site Valor Econômico. Outro aspecto que chama a atenção é o interesse de Alexander na Amazônia brasileira, supostamente para suprir as necessidades da população indígena. Sempre a motivação social como fachada para implantar as suas ideias e interesses.


A NOTA TÉCNICA DO GOVERNO LULA EM DETALHES: A CRUELDADE QUE VAI ALÉM DA LETRA

A NOTA TÉCNICA DO GOVERNO LULA EM DETALHES: A CRUELDADE...

Deixe seu comentário